Área do Aluno

Deus ou a tecnologia?

25/07/2013

http://img694.imageshack.us/img694/8541/tm3r.jpg

O Senhor viu que a perversidade do homem tinha aumentado na terra e que toda a inclinação dos pensamento do seu coração era sempre e somente para o mal. Gênesis 6:5

Antes do dilúvio - algumas centenas de anos antes de Nóe ter nascido - houve uma incrível Era da Invenção. Infelizmente, na maioria das vezes eram os não-tão-legais filhos de Caim que estavam inventando. Um cara chamo Jabal começou a fazer tendas e a criar gado; o irmão dele, Jubal inventou um monte de instrumentos musicais; e Tubalcaim foi o avô de todos os metalúrgicos (Gn. 4: 20-22). Você pode até pensar que isso tudo era muito legal, mas não tinha utilidade nenhuma para Deus. Além disso, na época de Noé a imaginação dos homens trabalhava para o mal o tempo todo.

Nos dias de hoje, o conhecimento está crescendo tão depressa que é impossível ficar informado sobre tudo o tempo todo. E as invenções, então? Videogames? Provavelmente não existiam quando seus avós nasceram. A televisão tinha acabado de ser inventada, e os computadores eram coisas gigantescas do tamanho de salas (e salas grandes) inteiras. Hoje, um computador com mais capacidade de processamento e memória do que esses computadores antigos cabe na palma da mão.

Mas será que essa tecnologia maravilhosa resolve os problemas do mundo? Não. Apesar de um monte de invenções legais, as pessoas são tão egoístas quanto sempre foram. O conhecimento por si só não muda o coração das pessoas. Alguns grandes cientistas e inventores cristãos usam sua imaginação para ajudar a tornar o mundo um lugar melhor. Mas também há cientistas que sonham em construir algumas coisas muito sinistras.

É legal ter uma imaginação fantástica - ela é um presentaço de Deus. Mas não se esqueça de buscar a Deus e usar essa imaginação para sonhar com coisas do bem.   


Tiago Simas - Redação CEApostólico

< mais notícias